Busca

Até os Comemos Carago

Carta aberta a Sérgio Conceição

Olá Sérgio (permite que te trate por tu) como tens passado?

Eu com alguns altos e baixos cá ando. Mas não é para falar de coisas rotineiras que te escrevo.

Escrevo para te dar conta da minha preocupação com tudo o que se está a passar.

Quando há três épocas atrás foste oficializado como treinador do “nosso” FC Porto senti-me muito feliz.

Via em ti alguém com capacidade de liderança, alguém cuja personalidade sempre admirei e que, acima de tudo amava o clube tanto ou mais que eu.

Fui dos que sempre te defendeu quando diziam que eras um treinador conflituoso e que não irias durar muito por cá.

E que bem me soube aquela primeira época em que conseguiste ser campeão sem um único reforço. Conseguiste calar todos os críticos. Uniste a nação portista de um modo como há muito tempo não via.

Fizeste com que pela primeira vez a minha filha de nove anos (na altura) se tivesse entusiasmado com o futebol ao ponto de “exigir” ir festejar para a baixa naquele sábado.

Fizeste com que ela quisesse a camisola do Brahimi e se quisesse tornar sócia.

E nem sabes como isso me deixou feliz. Nunca fui a favor de “obrigarmos” os nossos filhos a serem aquilo que nós somos, mas vê-la a tomar esse caminho por livre e espontânea vontade deixou-me muito feliz.

Depois veio a segunda época que até começou muito bem, mas que aos poucos se foi “perdendo” com culpas próprias. Tuas incluídas.

Mas mesmo assim, nunca deixei de te apoiar. Eras intocável embora reconhecendo que eras um treinador teimoso que não abdicava nunca do seu modelo tático, mesmo quando o mesmo já se encontrava esgotado.

Veio então esta época e a minha opinião começou logo a mudar aquando do regresso de Marcano. Ora, um jogador que se recusou a renovar contrato pelo nosso clube e que saiu a custo zero, um jogador que por capricho do sorteio nos defrontou na última época pela Roma e na hora da sua substituição levou uma enorme salva de palmas e nem agradeceu esse tributo dos adeptos, voltava a vestir a nossa camisola? Onde anda o teu amor próprio Sérgio?

E qual não foi o meu espanto (e ainda hoje quero acreditar que tudo não passou de um boato) quando li que o Fábio Coentrão estava praticamente certo no nossso clube? Fiquei sem saber o que pensar. O Coentrão? Essa besta sem cérebro que sempre destilou ódio pelo nosso manto sagrado ia vestir de Dragão ao peito? Impensável para mim, e felizmente para a generalidade dos adeptos, pois estou em crer que foi essa revolta que impediu a sua contratação.

Começou a época e logo com uma pré eliminatória da Champions. A prova rainha do futebol ao nível de equipas. A competição onde todos querem estar e que, felizmente, nós estamos quase sempre.

Calhou-nos em sorte uma equipa mediana da Rússia. Conseguimos o mais difícil que foi vencer em casa deles. Depois veio o jogo no Dragão e aqueles primeiros 45’ para esquecer. Não foste o único culpado? Claro que não. A nossa SAD preparou tudo muito mal. O guarda redes chegou na véspera do primeiro jogo e Uribe nem conseguiu ser contratado a tempo.

Foi tudo feito muito em cima e graças a isso também não tenho dúvidas se deveu a nossa derrota em Barcelos na estreia do campeonato.

Mas depois veio um bom jogo contra o nosso principal rival e parecia que tudo se começava a encarreirar. Puro engano. Tirando esse jogo nunca mais conseguimos jogar bem esta época.

Sérgio, tens de ver que o teu modelo de jogo está esgotado. Que se calhar já não tens jogadores para o bate e corre. Se calhar devias mudar o sistema de jogo. Será que o 4-4-2 é o que melhor se encaixa? Não sei, nem tenho de o saber. O treinador és tu. Tu é que recebes principescamente para “pôr” o nosso FC Porto a jogar.

Depois tem outras coisas que não entendo. Já por mais de uma vez se viu que a nossa dupla de centrais é lenta (normal, temos dois jogadores no ocaso da carreira), e também já percebemos que temos qualidade no banco (Mbemba e Diogo Leite) que chega e sobra para substituir o espanhol.

Quantos mais erros defensivos ele terá de cometer para se apostar numa dessas duas opções?

E o que dizer de Corona a laterla direito. Corona foi só, para mim, o melhor extremo que tivemos a época passada. Faz uma falta tremenda lá na frente, além de que o Tecatito, não é nem nunca será um bom defesa.

Saravia jogou muito mal contra o Krasnodar? É verdade. Mas também é verdade que na época passada foi considerado o melhor lateral direito do campeonato argentino. Vais fazer-lhe a ele o que fizeste a época passada ao Jorge? Esse Jorge que agora é chamado à selecção Brasileira em detrimento de Alex Telles?

É que agora ainda é mais grave, porque se no lado esquerdo todos queremos o Alex lá, no lado direito ninguém quer o Corona. Todos o queremos sim, mas lá na frente.

Mas o problema é que se o metes na frente terás de tirar uma das tuas “vacas sagradas”. Zé Luís foi um pedido expresso teu (até telefonaste para um programa em direto para o dizer) e Marega, bem Marega contigo pode fazer o que quiser. Pode-se recusar a jogar uma final da Supertaça como o fez a época passada contra o Aves ou até se apresentar de barriguinha como o fez contra o Gil Vicente (onde até foi o causador de um dos golos do adversário).

E o que se passa com Danilo? O que ter-lhe-á acontecido para andar tão apagado e sem vontade de jogar? Será culpa dele? Tua? Não faço ideia, mas gostava de voltar a ver o velho Danilo de volta.

Muito, mas mesmo muito mais haveria para se dizer, mas já me estou a extender muito e não quero ser demasiado exaustivo.

Quero apenas e só que reflictas, que voltes ser um de nós, que não deixes que a chama se apague e, acima de tudo, que deixes a teimosia de lado.

Reconhecer que se está errado não é um ato de cobardia, é um ato de coragem, e corajoso eu tenho a certeza que és.

Despeço-me com toda a consideração que me mereces e desejando voltar a ver grandes jogos protagonizados pelo nosso clube.

PS: Sei que não és o principal culpado. Sei que o nosso clube está cheio de abutres que se anda a alimentar à custa do clube, mas para esses para já prefiro dar o meu desprezo, até porque ao contrário da estima que tenho ti, não tenho qualquer consideração por eles.

Esta SAD tresanda a podre

A menos de 72h do fecho do mercado e correndo o risco de me enganar redondamente, vou fazer uma curta reflexão de como foi o nosso clube neste mercado de transferências.

Depois de uma época em que Sérgio Conceição conseguiu o milagre de ser campeão sem lhe terem sido dadas grandes “armas” (entenda-se, jogadores) esperava-se que este ano as coisas seriam diferentes até porque, com a conquista do título sabíamos à partida que cerca de 46 milhões de euros de prémio de presença na champions estavam garantidos.

Além dessa verba, também faturamos com várias vendas (Ricardo Pereira e Dalot, por exemplo).

Com tudo isso, e até porque o nosso treinador merecia uma aposta mais forte, achava eu que a nossa SAD iria ter a honestidade de lhe garantir condições para lutar pelo Bicampeonato.

Puro engano. Começamos com a compra de um defesa direito (João Pedro) que já foi promissor, mas que neste momento passa por uma fase de muito pouco fulgor. De todas as formas, e pelo seu passado nas camadas jovens brasileiras dei o beneficio da dúvida, pelo menos até o ver chegar ao Porto.

Quando vi as primeiras fotografias dele aqui no nosso burgo até pensei que o Walter tinha regressado ao Porto. Como é possível um profissional de futebol, ainda de tenra idade apresentar-se naquelas condições?

Depois, bem depois foram as hilariantes contratações de Ewerton e Janko. Ewerton que era suplente de Galeno (nosso jogador) no Portimonense e Janko, um suiço que não jogava em lado nenhum.

Também tivemos as novelas de Mbemba, que demorou mais de um mês para ser contratado e do brasileiro Roger Guedes, que de tanto tempo demorarmos perdemos a possibilidade de contratar um jogador que podia fazer a diferença no nosso clube.

No meio disto tudo conseguimos contratar, aquele que talvez seja o único jogador (pelo menos em teoria) com capacidade para fazer a diferença no FC Porto. Falo de Militão. Mas mesmo esse tivemos que aceitar, já depois de o termos garantido, que ele ainda realizasse 4 jogos pelo seu clube, correndo o risco de se lesionar e criar-nos uma enorme dor de cabeça.

Após essa contratação temos uma mão cheia de nada, a última das quais a pérola Zacarya, defesa esquerdo do Belenenses. Mais um jogador que ainda permitimos fazer um último jogo pelo seu suposto anterior clube. E o que aconteceu? Lesionou-se!!!!!

Claro que não foi por isso que a contratação falhou. Supostamente o jogador tem um problema ligamentar que o fez reprovar nos exames médicos, mas o que aqui está em causa é a falta de capacidade para sermos uma voz forte nas negociações com outros clubes.

Resumindo, continuamos sem alternativa a Alex Telles na esquerda, sem alternativa a Brahimi, sem alternativa para extremo direito (Otávio não é nem nunca será um extremo) e com um bom naipe de avançados, mas sem um único Ponta de Lança.

Por falar em avançados, quero aqui salientar uma coisa. Até vejo alguma qualidade em André Pereira, acho que é um jogador interessante para clubes do meio da tabela, mas para titular do FC Porto nunca. Também sei que o Rui Pedro teve as suas falhas, mas mesmo assim é de longe, na minha opinião, muito mais jogador que André Pereira.

Rui Pedro falhou? E quantos não falharam ao longo dos anos? E Marega? O que fez? No Porto antigo, o maliano estaria a treinar com a B ou sozinho e nunca mais jogava. Obrigaram Sérgio Conceição a engolir (mais um) um sapo e depois querem que ele ande motivado como na época anterior?

Ou será que o Rui Pedro deixou de ser opção porque mudou de empresário (deixou de ser agenciado por Alexandre Pinto da Costa)?

Já agora, sabem quem é o empresário de André Pereira? Pois é, chama-se Alexandre Pinto da Costa. Aquele que há uns anos atrás festejou um título das toupeiras.

Tantas e tantas falhas da nossa SAD que me fazem temer o pior para os próximos anos. Porque é que não damos condições de trabalho ao Sérgio Conceição?

Porque ainda não renovamos com Brahimi e Herrera? Vão ser os próximos Marcano e Reyes? Vão sair a custo zero?

O que é feito dos milhões das vendas dos últimos anos? Como é possível termos estado sob a alçada do fair play financeiro? Como é possível termos tido um presidente como o do Portimonense a dizer que não ficamos com dois jogadores porque não temos dinheiro para os pagar? Como é possível depois dessas palavras não ter havido uma reação enérgica contra essa mesma pessoa? Será que o que foi dito é verdade?

O que sei é que temos uma SAD podre, talvez com vícios muito perniciosos para as contas do nosso clube e que nos estão a levar (ou será que já estamos) à falência.

O louco do Sporting dá cá um jeito aos vizinhos do lado

Realmente as recentes loucuras do presidente (???) do Sporting têm dado cá um jeitaço, quer ao clube do outro lado da 2ª circular, quer ao jornalixo cá do nosso burgo para camuflar toupeiradas, lex, emails, lavagens de dinheiro, etc.

E neste etc dou o seguinte exemplo:

No passado mês de maio o clube que equipa de vermelho garantiu o futebolista João Amaral ao V. Setúbal como podemos ver no recorte abaixo.

joao amaral 1

Já na altura se achou muito estranha esta contratação, até porque o ex Presidente do clube Sadino afirmou que o mesmo já teria sido contratado no ano anterior, como o recorte abaixo comprova:

joao amaral 3

Mas eis que hoje sou surpreendido com esta noticia:

joao amaral 2

Mas então o jogador que já tinha sido seu e posteriormente vendido ao V. Setúbal, foi resgatado novamente este ano (ou terá sido a época passada) para depois ser vendido para o estrangeiro?

Terá ficado em Setúbal esta época para pagar qualquer coisa? Terá ficado para fazer como muitos outros o fizeram ao longo destas épocas, qualquer “jeitinho” durante os 90′, caso fosse necessário?

Ninguém questiona quando é que efetivamente foi vendido? Ninguém acha isto estranho?

E o que dizer disto?

alfa1

Relembrar que este jogador foi o mesmo que deu aquela mãozinha marota completamente desnecessária na última jornada deste campeonato e que ajudou o clube das papoilas a vencer o jogo que lhes “facilitou” o acesso à pré eliminatória da champions.

Termino com um pequeno apontamento de humor retirado do twitter do Baluarte Dragão, mas que diz muito do carater (ou da falta dele) das pessoas.

baluarte

Como diria Manuel Machado: “Um vintém é sempre um vintém e um cretino será sempre um cretino”.

Os estranhos casos de Luís Martins e Fábio Pacheco

O campeonato terminou com um dos vencedores mais justos dos últimos anos mas não esconde o que de mau foi acontecendo ao longo dos mesmos.

Hoje vou recordar aqui duas situações que me parecem demasiado escandalosas para serem esquecidas.

Ambas tiveram o mesmo clube como interveniente. Falo do Marítimo, adversário do Sporting nesta última jornada e que pode decidir quem é a segunda equipa a poder disputar a Liga dos Campeões (pelo menos terá acesso ao play off).

Na época passada Luís Martins ex jogador da formação do clube das papoilas fez isto:

Foi no minimo muito estranho aquele jogador ter ajudado a desbloquear o jogo com um autogolo. Foi infeliz? Talvez.

Agora pergunto? Porque Luís Martins não joga no seu clube mesmo quando não têm mais soluções para aquela posição?

E porque é que Fábio Pacheco foi despromovido para a equipa B depois do jogo desta época precisamente contra a mesma equipa?

Não acham estranho aquelas declarações do presidente do clube insular logo após esse jogo?

Não acham estranho esta troca de pés que se vê no vídeo abaixo?

https://streamable.com/m69zl

Porque é que a comunicação social tão lesta a falar de coisas que envolvem o nosso clube (mesmo que não tenham pés nem cabeça) não procuram saber o que se passou nestas duas situações?

E será que vamos ver esse mesmo clube este fim de semana a dar tudo o que tem e o que não tem para tirar o Sporting do play off de acesso à champions?

Não é por termos conseguido meter uma “lança em África” que conseguimos matar o polvo. O polvo embora combalido ainda está vivo. Temos de lhes dar a estocada final, tal como fizeram em jeito de brincadeira os nossos campeões, Gonçalo e Sérgio Oliveira.

Obrigado Sérgio Conceição!

Resultado de imagem para sergio conceição campeao

Obrigado Sérgio por teres aceite este desafio.

Obrigado Sérgio por desde o inicio teres mostrado ao plantel o que é ser Porto.

Obrigado Sérgio por seres um de nós.

Obrigado Sérgio por nunca te vergares ao polvo deste país.

Obrigado Sérgio por teres vencido esta guerra mesmo sem te terem dado grandes armas.

Obrigado Sérgio por voltares a trazer alma e coração ao nosso clube.

Obrigado Sérgio por nos teres feito felizes.

Resultado de imagem para fc porto campeao

Obrigado Sérgio Conceição!

 

Vamos ser campeões

É com jogos como o de ontem em St. Maria da Feira que se fazem campeões.

Um jogo num campo difícil, contra um adversário que festejava cada corte como se de um golo se tratasse e pior que tudo, contra um árbitro que tudo fez para que não conseguíssemos os três pontos.

Ontem demos voz à célebre frase, “contra tudo e contra todos”, ontem fomos heróis, ontem fomos Porto.

Como é possível meterem um tipo que ia tendo um orgasmo quando conseguiu anular um golo ao Portimonense contra o clube dos emails a apitar um jogo do Porto? Mais, como é possível que ele ainda apite?

Adorei a reação do Brahimi e depois de Marega ao dizerem olhos nos olhos ao gatuno de serviço que íamos ganhar.

Adorei a garra dos jogadores, dos adeptos presentes, que mais uma vez catapultaram a equipa para patamares motivacionais acima da média. É assim que se fazem campeões, é assim que se conquistam campeonatos.

Uma palavra para a direção. Sei bem que não têm dinheiro (sabe-se lá como é que isso é possível), mas façam um esforço. Abdiquem das comissões e consigam reforços para o nosso Treinador.

O que ele tem conseguido é um autêntico milagre e já merece algum apoio de vossa parte.

Parabéns rapazes, gostei de ver.

Quanto ao gatuno que ontem andou por St. Maria da Feira, só espero que a vida lhe dê em dobro tudo aquilo que ele merece.

Quando é que o nosso Presidente vai falar?

Nas últimas semanas assistimos a um ressurgimento do nosso Presidente desdobrando-se em declarações aos mais diversos órgãos de comunicação social.

Talvez por falta de hábito, uma vez que ultimamente são raras as suas aparições públicas, essas mesmas declarações foram completamente sem nexo, atacando um treinador que por muito mau que tenha sido, foi o único naquela época a dar o peito às balas enquanto todos os outros, o Sr. incluído assobiavam para o ar deixando passar o já famoso “colinho” beneficiando e de que maneira um clube rival.

Outra das suas declarações foi em tom jocoso para com a péssima prestação desse mesmo clube na Liga dos Campeões.

Pensava eu, que após o roubo a que fomos sujeitos na passada sexta feira (adivinhem contra quem), ele iria insurgir-se e dar voz ativa à revolta a que todos nós adeptos sentimos.

Passou a sexta, o fim de semana e já vamos a meio desta semana, ou seja, quase oito dias depois e nada.

Nem um comentário, nem um “bitaite”, NADA.

Porquê Sr. Presidente? Porquê?

Não se sente revoltado com esta subtração contínua de pontos? Não se sente revoltado em ver sempre o mesmo clube a ser beneficiado e a vencer sem mérito algum? Não está nesse lugar para dar voz a quem o apoia? Ou será que só está para alimentar-se a si e a alguns abutres que por aí pairam?

O Sr. não merece os adeptos que tem, o treinador que tem e nem os jogadores que tem. Não fosse essa sintonia e não estaríamos nesta data com hipóteses de sermos campeões (até somos líderes).

Se dependesse de si e das armas que deu ao nosso treinador para lutar estaríamos em 3º ou 4º lugar.

Não fosse o Diretor de Comunicação do nosso clube e não passaríamos de um grupo de “mansos” em termos institucionais.

Sabe Sr. Presidente, na passada sexta fomos mesmo ROUBADOS. Roubados de uma forma vil e ignóbil. Não acha que devia dar um murro na mesa? Não tem força para o fazer? Então porque carga de água andou a “gozar” com a classificação europeia do clube que manda nisto tudo? Eu, e falo por mim, estou-me a borrifar se eles vencem lá fora ou não. Eu quero é vencer mais. Eu quero é combater este poder instituído e ser campeão. Quero que o nosso clube lute com as mesmas armas que eles. E o Sr., o que tem feito para isso?

NADA, O SR. NÃO TEM FEITO NADA.

 

 

Rápidos para o que interessa

Este último fim de semana foi pródigo em material para encher jornais, mas curiosamente foi o caso que, na minha opinião, menos importante, que encheu as manchetes do nosso jornalixo (Miguel Lima desculpa mas roubei-te a expressão).

Ora então assistimos mais uma vez à fabulosa manipulação de imagens por parte de um canal que a bem da “verdade desportiva” que tanto apregoam deveria ser proibido de transmitir os jogos do campeonato. Consta que houve um penalty claro logo no inicio do jogo que a BTV tratou de camuflar, tal e qual fez no jogo anterior contra o Braga.

Assistimos também a uma agressão (mais uma) por parte de Eliseu a um colega de profissão sem que nada de mal (mais uma vez) lhe tivesse acontecido.

Mas o verdadeiro assunto, aquele que serviu de pretexto para camuflar tudo isto foram os impropérios soltados pelo árbitro Jorge Sousa para com o Guarda Redes do Sporting B.

Óbvio que não o deveria ter feito. Foi um erro. Mas um erro para ser castigado de forma tão célere por três jogos? Num campo de futebol quantas “caralhadas” não serão ditas pelos seus intervenientes? (árbitros, jogadores, treinadores…).

E agora pergunto, porque é que o castigo a Jorge Sousa saiu de forma tão rápida e a decisão sobre a agressão de Eliseu passou para a próxima semana?

Terá uma agressão verbal maior gravidade que uma agressão física? Será que as palavras de Jorge Sousa “magoaram” mais que a pisadela de Eliseu?

Ou será porque o clube desse jogador tem uma deslocação difícil este fim de semana e se Eliseu fosse castigado ficariam sem lateral esquerdo para o jogo?

Como diz um amigo meu, para ver coisas combinadas prefere ver a WWE, e eu tenho de lhe dar razão.

As coisas são feitas de forma tão descarada que assusta. Vencer desta forma suja, desonesta não deve encher de orgulho os seus adeptos.

Acredito que fiquem contentes com as conquistas do seu clube, mas nunca ficarão 100%, porque no intimo sabem como essas conquistas têm sido conseguidas.

Assim vai o futebol português, cada vez menos credível, cada vez menos atraente, cada vez mais corrupto.

 

Grupo aberto!

20953959_10155702940024485_3971167471204672299_n

É sem dúvida alguma um grupo aberto este que nos tocou em sorte.

Podia ter sido pior? Claro que podia, mas também não podemos embandeirar em arco porque considero este grupo muito “perigoso”.

É daquele grupos que se corre bem, até podemos perfeitamente vencê-lo, mas também se corre mal, podemos ficar em último.

Vai ser um grupo de regressos, todos eles saudosos. João Moutinho e Falcao com o Mónaco, Pepe e Ricardo Quaresma pelo Besiktas. Por muito sucesso que deseje aos quatro, espero que neste regresso não consigam estar nos melhores dias.

Um Mónaco, treinado por Leonardo Jardim, que na época passada atingiu brilhantemente as meias finais da Champions e conquistou o campeonato francês à frente do todo poderoso PSG.

Um Besiktas recentemente consagrado campeão da Turquia, onde pontificam jogadores com muita qualidade como os “nossos” Ricardo Quaresma e Pepe será com toda a certeza um “osso” muito duro de roer.

Por fim a fava do pote 4 calhou-nos em sorte. O misterioso Leipzig que teve uma ascensão meteórica conquistando o segundo lugar da Liga Alemã logo na época de estreia, ficando à frente de equipas como o Borrussia de Dortmund, Shalke 04 entre outras com muito mais pergaminhos.

Em suma, com o plantel curto que dispomos, penso que embora seja possível, não irá ser nada fácil. Basta recordar que não temos Aboubakar para a 1ª jornada e com a falta de soluções lá na frente vamos a ver como Sérgio Conceição irá “adaptar” a equipa.

 

 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

nonagésimo segundo minuto

blogue de um portista indefectível exclusivamente para dragões dos quatro costados

Imbicto Poema

De Imbicto Portista para Portista Imbicto, um tribunal de reflexão e debate universal sobre o FC Porto

pedalo pela cidade

... mas também caminho por montes e vales!!!

+ EDUCação

Jornal da Educação de Valongo

O Mundo de Alice

um passeio pela vida e pelo mundo

Aventar

Expor ao vento. Arejar. Segurar pelas ventas. Farejar, pressentir, suspeitar. Chegar.

Porta 19

CURIOSO. CRÍTICO. PARVO. BARRIGUDO. CARECA. ADEPTO. SÓCIO. PORTISTA.

BiTri

Prognósticos só no final do jogo