FC Porto-Dinamo Kiev (Reuters)

Bela maneira de terminar o ciclo sem derrotas no nosso estádio.

Uma exibição miserável, sem ponta por onde se pegue, sem garra, sem vontade de fazer diferente, a fazer-me questionar ainda mais o profissionalismo de alguns jogadores, e acima de tudo a constatação de uma triste e crua realidade:

  • NÃO TEMOS TREINADOR!

Lopetegui não tem capacidade para ler os jogos, nunca tem plano B, quando as coisas correm mal, ainda consegue “inventar” soluções piores. Tudo parece fruto do acaso, nada parece ensaiado.

Se o jogo da posse de bola não resulta está tudo perdido porque não sabemos fazer mais nada além disso. Temos aproveitamento nulo dos lances de bola parada, pouca velocidade metemos no jogo mesmo tendo jogadores velozes, poucas oportunidades de golo criamos, enfim não somos uma equipa mandona.

Para piorar a situação, JL,  ainda é capaz de deixar no banco um dos poucos jogadores com fibra de campeão (André André) e pôr a titular um jogador como Adrian Lopez, perdão Imbulla (são tão parecidos que até os confundo).

Será que só porque custou 20M€ tem de jogar sempre? Espero que não, porque o francês jogo após jogo, só mostra o quão errada foi a sua contratação.

E quando as coisas estão mal, o que faz JL? Com uma substituição apenas, muda a defesa toda. GENIAL!

Tira Maxi (porquê?), passa Layun para a direita, Indi para a esquerda e Danilo para central. FANTÁSTICO! O homem percebe mesmo da coisa.

Sei que na época passada fui defensor dele. Continuo a dizer que se não fossem fatores externos teríamos mesmo sido campeões, mas começo a perceber que isso seria mais por por mérito dos jogadores do que do treinador.

Depois temos também jogadores como Brahimi. Jogadores que para mim de profissionais têm pouco. Só joga quando lhe interessa, lesiona-se quando quer, enfim, tem tanto de talentoso como de pouco profissional.

Fala-se que poderá estar de saída em janeiro. Não faço ideia, não sou muito apreciador de boatos, mas se for verdade não ficarei triste. A mim o argelino não deixará saudades.

Hoje foi tudo muito mau, portanto não vou destacar ninguém pela positiva. Todos estiveram mal, borraram a pintura toda, e, de um apuramento quase garantido, e até quem sabe, com um primeiro lugar no grupo, estamos agora na iminência (bem real) de cairmos para a Liga Europa.

Confesso que não esperava nada disto. Nunca imaginei ser possível esta reviravolta tão drástica no grupo, mas a verdade é que hoje não fizemos nada para merecermos outra sorte.

Resta-nos acreditar que os jogadores vão pegar no que lhes resta de brio e vão dar tudo em Stamford Bridge. Veremos!

Anúncios