Numa entrevista dada um orgão de comunicação social, Carlos Xavier entre outras coisas deixou escapar o seguinte comentário:

“Sim, o futebol desiludiu-me muito,” confessa. “Senti muitas invejas, vivi muita podridão. No Estoril, por exemplo, quando fui adjunto do Litos, passei por uma situação incrível. O presidente deixou que a equipa descesse para a segunda divisão a troco de ir jogar com o Benfica ao Algarve apenas por causa da receita. Perdemos porque dentro do campo as coisas estavam todas feitas, ao ponto de mais tarde eu e o Litos termos sido ouvidos pela Polícia Judiciária sobre o que se tinha passado. O jogo foi comprado, ou vendido, neste caso. Os jogadores choraram no balneário.”

Agora pergunto: Porque carga de água é que NINGUÉM deu ênfase a esta entrevista? Se o clube envolvido fosse o nosso, pasquins como o CM faziam disto capa de jornal durante semanas, mas como se trata do clube do manto, nada se soube. Eu próprio descobri por acaso.

Como sempre tudo vai assobiar para o ar, nada se falará e “eles” continuarão a falar do alto da sua proteção, como se portas 18, Marcos Ferreiras, vauchers e afins nunca tivessem existido.

Anúncios