Desde hoje o Porto Canal deixou de ser transmitido pela operadora NOS, fruto do contrato milionário (?) que o nosso clube fez com uma concorrente (MEO).

É lamentável que o meu clube não tenha acautelado para a possibilidade de existirem (e existem muitos) sócios e adeptos do FC Porto noutras operadoras. Mais uma prova que o que conta verdadeiramente é o dinheiro. Cada vez mais temos um clube fechado sobre si mesmo e onde cada vez mais, o sócio e adepto comum não contam.

Ando demasiado desgostoso com o rumo que o meu clube anda a tomar e isto é SÓ MAIS UMA atitude que me entristece.

Mesmo assim, e porque o amor ao clube é grande, hoje informei-me junto da DECO se seria possível rescindir contrato com a NOS alegando que me subtraíram o Porto Canal sem aviso prévio e que do contrato que assinei, esse mesmo canal fazia parte da grelha.

O que me disseram é que sendo possível, é de muito difícil concretização, uma vez que teria de provar que ter esse mesmo canal era uma condição essencial para assinar contrato com a NOS.

Resumindo, vou ter mais de um ano sem o canal do meu clube, tudo porque, numa lógica de venha a nós o dinheirinho para “estourarmos” em jogadores de qualidade muito duvidosa e sabe-se lá mais em quê, não acautelou, nem pensou no adepto (mais uma vez).

Depois admiram-se que o estádio vá ficando cada vez mais vazio, a cada ano que passa.

Anúncios