Depois de ver ontem Bruno Alves a ser expulso pondo com isso a seleção Portuguesa em sérios apuros (felizmente não contava para nada), ocorreu-me que com Vítor Pereira na Comissão de arbitragem da UEFA isso não aconteceria.

O homem até está de saída da nossa arbitragem, porque não indigitá-lo já antes do Euro iniciar?

Era vitória garantida e ficaria lá como cá, onde com ele, alguns tinham sempre a vitória como um dado adquirido.

 

Anúncios