irmaos_metralhas_marketing_educacional-1

Ontem estive no Dragão. Eu e mais de 35 000 pessoas assistiram a um jogo em que tivemos de sofrer para levar de vencida a equipa que equipava de cor de rosa, e acima de tudo a equipa que equipava de amarelo.

Depois de uma primeira parte mal conseguida, partimos para uma segunda parte plena de raiva e vontade, apanágio destes jogadores que esta época envergam o nosso emblema e conseguimos virar o resultado contra 11 jogadores de rosa e 3 de amarelo.

Começa a tornar-se recorrente esta luta contra 14 semana após semana.

Ontem foi um escândalo. Sem retirar mérito aos de cor de rosa, Vasco Santos (o nome do irmão metralha principal) passou o jogo todo a ser permissivo com a equipa nossa adversária que usou em demasia do jogo físico (para não dizer violento), permitindo que o guarda redes adversário demorasse o tempo que quisesse para marcar os pontapés de baliza (ao contrário do que fez com Casillas, que logo à primeira o presenteou com um amarelo), deixando os flavienses fazerem anti jogo sem dar a devida compensação.

Para tornar o roubo ainda mais escandaloso, conseguiram anular um golo limpo a André Silva quando ainda perdíamos e fazer vista grossa a uma grande penalidade, tão evidente que só alguém com má fé é que não assinala.

Mas meu caro Vasco Santos e restantes irmãos Metralha, nem assim conseguiram deitar-nos abaixo.

Eu sei que o andor vai a caminho. Tive essa perceção quando vi duas mãos dentro da área de uma equipa que equipa de vermelho serem totalmente ignoradas num jogo da semana passada e que passada uma semana, num jogo dessa mesma equipa a beneficiam com um penalti num lance idêntico, ou até menos evidente que os dois que mencionei em cima.

Não sei em que jogo essa equipa foi beneficiada, se calhar até foi nos dois, mas se houvesse coerência, pelo menos num deles temos de o dizer sem rodeios que foi “ajudada”. Até o Toni, antiga glória desse clube o disse, num assomo de honestidade a todos os títulos louvável.

A coincidência disto é que essa mesma equipa não foi prejudicada em nenhumas dessas situações. Sempre que se apita é a favor deles. E a equipa que mais sombra lhes estiver a fazer é deitada para baixo. O Sporting foi prejudicado nestas duas últimas jornadas e praticamente deitados para fora da luta pelo campeonato, restando nós, uma equipa que foi feita às três pancadas, com uma pré época, que mesmo tendo começado em abril, foi mal planeada, com um plantel que se não for devidamente “reforçado” agora em janeiro talvez seja demasiado curto para lutar pelo título.

Só que, mesmo com todas estas contingências nós por cá continuamos.

Mas só continuamos porque estes jogadores merecem todo o meu respeito. Eles lutam até à exaustão, suam a camisola até à última gota de suor, e talvez por isso é que ontem mesmo a jogar mal e a sair para o intervalo a perder, nunca ouviram um assobio por parte da massa associativa, porque todos reconhecemos que vocês, jogadores, estão empenhados e concentrados em serem felizes e fazerem-nos felizes.

É hora de travar o andor. Pode ser muito difícil fazê-lo, mas atitudes como o nosso Presidente o fez ontem (finalmente o homem foi duro contra as arbitragens), atitude como os nossos jogadores apresentam semana após semana, e se a eles juntarmos um treinador que tem de deixar de fazer desenhos e ser manso e passar a dar murros na mesa, estarão provavelmente reunidas as condições para deitar abaixo o andor.

 

Anúncios