Com o empate de hoje no Dragão contra o Feirense o campeonato está praticamente perdido.

Perdido por incapacidade nossa mas também por outros fatores.

E são esse fatores que tornam este mais que provável campeão, um campeão da treta.

Que o nosso clube não joga nada é certo e sabido. 

Não temos plantel, fruto de uma pré época muito mal preparada por culpa da nossa direção e principalmente do nosso presidente.

É lamentável estar até minutos do fecho do mercado para contratar um terceiro central.

Também não temos treinador. Sempre simpatizei com o Nuno, mas não é treinador para o nosso clube. De todo.

Os únicos que para mim mereciam o título eram os jogadores, porque esses dão tudo em campo. A eles nada tenho a apontar.

Agora, mesmo com estas contingências todas, não fossem os roubos constantes que semana após semana nos fizeram, muito provavelmente conseguiríamos conquistar o título.

Tem sido um escândalo. E tudo é feito às claras, nada se esconde, tal é o sentimento de impunidade que está em vigência na atualidade.

É muito mais fácil ganhar mesmo a jogar mal quando tens alguém dentro de campo que te dá uma “mãozinha”.

É muito mais fácil quando existem lances para grande penalidade eles serem marcados. Mesmo a jogar mal  se não fossemos empurrados constantemente para baixo talvez pudéssemos conseguir o objetivo.

Foi um campeonato viciado desde o início. Vamos ter um campeão da treta. Um campeão sujo, sem ponta de justiça, que deve encher de orgulho quem tudo fez para que tal fosse conseguido.

Quanto a nós, espero que as coisas sejam mais bem preparadas, que se construa um plantel com cabeça tronco e membros, para que na próxima época a ausência de um ou dois jogadores não seja tão notada como o foi nesta.

Este mais que provável adeus ao campeonato é muito graças a fatores externos, mas também temos culpas neste processo. Não nos podemos agarrar só às más arbitragens.

Nunca nada nos será dado de barato como acontece com outros, portanto há que preparar muito melhor o futuro.

Anúncios