20953959_10155702940024485_3971167471204672299_n

É sem dúvida alguma um grupo aberto este que nos tocou em sorte.

Podia ter sido pior? Claro que podia, mas também não podemos embandeirar em arco porque considero este grupo muito “perigoso”.

É daquele grupos que se corre bem, até podemos perfeitamente vencê-lo, mas também se corre mal, podemos ficar em último.

Vai ser um grupo de regressos, todos eles saudosos. João Moutinho e Falcao com o Mónaco, Pepe e Ricardo Quaresma pelo Besiktas. Por muito sucesso que deseje aos quatro, espero que neste regresso não consigam estar nos melhores dias.

Um Mónaco, treinado por Leonardo Jardim, que na época passada atingiu brilhantemente as meias finais da Champions e conquistou o campeonato francês à frente do todo poderoso PSG.

Um Besiktas recentemente consagrado campeão da Turquia, onde pontificam jogadores com muita qualidade como os “nossos” Ricardo Quaresma e Pepe será com toda a certeza um “osso” muito duro de roer.

Por fim a fava do pote 4 calhou-nos em sorte. O misterioso Leipzig que teve uma ascensão meteórica conquistando o segundo lugar da Liga Alemã logo na época de estreia, ficando à frente de equipas como o Borrussia de Dortmund, Shalke 04 entre outras com muito mais pergaminhos.

Em suma, com o plantel curto que dispomos, penso que embora seja possível, não irá ser nada fácil. Basta recordar que não temos Aboubakar para a 1ª jornada e com a falta de soluções lá na frente vamos a ver como Sérgio Conceição irá “adaptar” a equipa.

 

 

Anúncios